Política / Transparência

Começa obra de ponte de concreto sobre o rio Salobra, em Bodoquena

Orçada em R$ 1,6 bilhão, as obras para a construção de uma ponte em estrada vicinal sobre o rio Salobra, localizado em Bodoquena, uma das principais cidades turísticas do Estado, começou esta semana. A previsão de conclusão é em novembro deste ano. A ponte é um pedido antigo de moradores do Assentamento Canaã e também […]

Renata Volpe Publicado em 29/06/2019, às 08h16

(Foto: Arquivo Governo de MS)
(Foto: Arquivo Governo de MS) - (Foto: Arquivo Governo de MS)

Orçada em R$ 1,6 bilhão, as obras para a construção de uma ponte em estrada vicinal sobre o rio Salobra, localizado em Bodoquena, uma das principais cidades turísticas do Estado, começou esta semana. A previsão de conclusão é em novembro deste ano.

A ponte é um pedido antigo de moradores do Assentamento Canaã e também dá mais seguranças aos turistas, que visitam balneários da região, banhados pelas águas cristalinas do afluente do Rio Miranda . Uma ponte de madeira desabou no fim do ano passado, devido às chuvas fortes e chegou a isolar parte da região da cidade. 

O prefeito de Bodoquena, Kazuto Horii (PSDB), afirmou que a obra vai beneficiar o polo turístico. “Além disso, estamos em expansão agropecuária e agricultura familiar”.

A empreiteira contratada executa a construção do pilar central, sustentado por uma base cravada a um metro de profundidade no fundo do rio, estrutura esta que recebeu 36 metros cúbicos de concreto, segundo o projeto técnico. A ponte, situada a 13 km da MS-178 (Bodoquena-Bonito), terá 50 metros de comprimento e uma largura de seis metros.

O resultado da licitação foi divulgado no DOE (Diário Oficial do Estado) em abril deste ano. A Sotef Engenharia é a responsável pela obra que tem custo inicial de R$ 1.665.211,45. Segundo a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), o resultado da licitação é uma economia de mais de R$ 128 mil, já que o valor inicial era de R$ 1.793.324,85.

DESVIO 

Para garantir o acesso à região integrada ao Parque Nacional da Serra da Bodoquena, principalmente dos turistas e dos ônibus escolares e a saída de caminhões com gado e produção agrícola, a prefeitura abriu um desvio ao lado da ponte em construção, com a colocação de manilhamento em um trecho raso do rio. Também foi construída uma passarela, usada pelos moradores no entorno e operários da obra para acesso ao alojamento e refeitório.

ROTATÓRIA

Outra obra relevante para o município turístico, com investimento do Governo do Estado e já concluída, foi a pavimentação da Avenida Pedro Antônio de Lima, que incluiu a revitalização da rotatória de acesso à MS-339, em direção à Miranda. Com recursos de R$ 1 milhão, a obra constou de asfalto, drenagem de águas pluviais e sinalização horizontal e vertical.

Jornal Midiamax