Política / Transparência

Sem multas: Prefeitura suspende licitação de novos radares na Capital

Valor de referência do certame é de um R$1,6 milhão

Ludyney Moura Publicado em 25/04/2018, às 07h51 - Atualizado às 07h55

None

Duas semanas após o aviso de nova licitação para reestabelecer serviço de radares na Capital, a Prefeitura de Campo Grande suspendeu o certame, por meio de uma edição extra de seu Diário Oficial, no fim da tarde de ontem, terça-feira (24).

Na publicação, a Prefeitura não específica o motivo da suspensão do edital de pregão presencial, que estava marcado para acontecer nesta quarta-feira (25).

No objeto da licitação, está previsto a ‘contratação de empresa especializada para a prestação de serviço contínuo de gerenciamento dos equipamentos registradores de infrações de trânsito, com registro de imagens, do tipo automático e sensores não intrusivos, radar estático portátil, câmeras para fiscalização por videomonitoramento e talonários eletrônicos de infração nas vias e logradouros públicos da cidade de Campo Grande/MS’, sendo que o órgão requisitante é a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).

O valor total de referência da licitação é de cerca de R$1,6 milhão, o inclui 109 ‘equipamentos tipo mistos’, 97 do tipo ‘fixo e discreto’, 20 câmeras de videomonitoramento, além de outros dispositivos e um conjunto de central monitoramento de trânsito.

Os radares fixos da Capital estão desativados desde o final de 2016, e desde então a Prefeitura avalia nova licitação para reativar o serviço.

Jornal Midiamax