Política / Transparência

Prefeitura reabre licitação para instalar lanchonetes em parques de Campo Grande

A Prefeitura de Campo Grande reabriu nesta sexta-feira (3) uma licitação para instalação de cantinas e lanchonetes nos Parques Ayrton Senna, Belmar Fidalgo, Jacques da Luz e no Centro Municipal de Treinamento Esportivo. A licitação havia sido aberta em março deste ano, e restou fracassada no mês seguinte, sem que empresas se habilitassem para o […]

Joaquim Padilha Publicado em 03/08/2018, às 08h44 - Atualizado às 09h28

Parque Belmar Fidalgo está entre os que devem receber cantinas (Gabriel Ibrahim/Primeira Notícia)
Parque Belmar Fidalgo está entre os que devem receber cantinas (Gabriel Ibrahim/Primeira Notícia) - Parque Belmar Fidalgo está entre os que devem receber cantinas (Gabriel Ibrahim/Primeira Notícia)
Prefeitura reabre licitação para instalar lanchonetes em parques de Campo Grande
Parque Belmar Fidalgo está entre os que devem receber cantinas (Gabriel Ibrahim/Primeira Notícia)

A Prefeitura de Campo Grande reabriu nesta sexta-feira (3) uma licitação para instalação de cantinas e lanchonetes nos Parques Ayrton Senna, Belmar Fidalgo, Jacques da Luz e no Centro Municipal de Treinamento Esportivo.

A licitação havia sido aberta em março deste ano, e restou fracassada no mês seguinte, sem que empresas se habilitassem para o certame. Agora, com a reabertura, a Prefeitura espera receber propostas no dia 13 de setembro.

O processo licitatório prevê que as empresas irão explorar espaços pré-determinados dentro dos parques para instalação das lanchonetes, em regime de comodato com a Funesp (Fundação Municipal de Esportes).

Em contrapartida, os permissionários irão pagar um valor de outorga e um aluguel, com valores mínimos de R$ 339 a até R$ 4 mil, dependendo do tamanho do espaço. A licitação prevê a concessão dos espaços pelo prazo de um ano, com possibilidade de renovação.

A Prefeitura impõe algumas regras aos permissionários. As lanchonetes não poderão, por exemplo, comercializar bebidas alcoólicas nem cigarros, deverão preferir por alimentos preparados no local e nutritivos, e devem respeitar normas de higiene e vigilância sanitária.

Jornal Midiamax