Política / Transparência

Prefeitura da Capital reduz em 25% valor total do contrato com a H2L

Município também alterou contrato com Banco do Brasil

Ludyney Moura Publicado em 16/02/2018, às 11h36

None

Município também alterou contrato com Banco do Brasil

A edição desta sexta-feira (16) do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) trouxe a publicação de dois termos aditivos que alteram contratos já existentes entre a Prefeitura e fornecedores, como a H2L Equipamentos e Sistemas Ltda.

De acordo com a publicação, a o terceiro termo aditivo do contrato com a H2L traz a prorrogação do prazo de vigência da relação contratual, mas diminui os valores desembolsados mensalmente com a empresa.

O contrato passa a valer até 31 de dezembro de 2018, e o valor total cai de R$ 41.192,16 para R$ 30.894,12, bem como os repasses mensais regridem de R$ 3.432,68, a R$ 2.574,51.

Também no Diário de hoje, a Capital alterou o valor do serviço Coban (Correspondente Bancário), do Banco do Brasil. A partir de agora, o contratante passará a pagar o valor de R$ 2,80 ao BB.

Jornal Midiamax