Política / Transparência

2,5 mil famílias serão beneficiadas com obra no assentamento Itamarati

Sistema de abastecimento, inaugurado nesta sexta-feira (27) pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB), foi construído com recursos da Sanesul

Maisse Cunha Publicado em 27/04/2018, às 14h34 - Atualizado em 28/04/2018, às 15h00

Moradores do assentamento não possuiam água tratada e encanada (Foto: Chico Ribeiro)
Moradores do assentamento não possuiam água tratada e encanada (Foto: Chico Ribeiro) - Moradores do assentamento não possuiam água tratada e encanada (Foto: Chico Ribeiro)

Cerca de 2,5 mil famílias terão com água tratada e encanada, com o novo sistema de abastecimento construído no distrito de Nova Itamarati, em Ponta Porã, distante 313 km de Campo Grande. A obra, construída com recursos da Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul), foi inaugurada nesta sexta-feira (27) pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

A empresa empregou R$ 2,5 milhões no sistema de abastecimento do assentamento Itamarati, localizado a 70 km do centro de Ponta Porã. A obra conta com um reservatório capaz de armazenar 300 mil litros de água, estação elevatória, unidade de tratamento, além da implantação de 32 mil metros de rede de distribuição de água e 738 ligações domiciliares.

Moradora do distrito há 6 anos, Rosenilda André, de 38 anos, disse que a substituição dos poços artesianos garantirá mais saúde para a população. “O problema da água do poço é que tem o risco de estar contaminada”, disse à assessoria do Governo. “Fizemos um investimento que possibilitou a captação, tratamento e distribuição de água de qualidade. É mais saúde para pessoas”, afirmou o governador.

Em parceria com o Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), Azambuja autorizou obras de infraestrutura, na ordem de R$ 3,5 milhões, para a manutenção de estradas vicinais que dão acesso ao assentamento. Os recursos vêm de emendas parlamentares viabilizadas pela deputada federal Tereza Cristina (DEM).

O tucano ainda revelou licitação da Agesul (Agência estadual de Gestão de Empreendimentos) para a construção de uma ponte de concreto sobre o rio Dourados, entre Itamarati e Nova Era. “Vamos realizar mais essa obra que encurta caminhos e melhora acessos”, disse.

Acompanharam a agenda, além da democrata, o diretor-presidente da Sanesul, Luiz Rocha, o secretário de Infraestrutura, Helianey Paulo da Silva, vereadores de Ponta Porã e municípios adjacentes, além dos deputados estaduais e também tucanos, Mara Caseiro, Paulo Corrêa, Felipe Orro, Enelvo Felini e Onevan de Matos.

Jornal Midiamax