Política / Transparência

Governo de MS suplementa orçamento da Ageprev em R$ 56 milhões

Créditos serão utilizados para pagamentos de inativos e pensionistas

Joaquim Padilha Publicado em 13/12/2017, às 11h13

None

Créditos serão utilizados para pagamentos de inativos e pensionistas

O governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), decretou nesta quarta-feira (13) a abertura de mais de R$ 241,8 milhões de créditos suplementares aos orçamentos de diferentes pastas do governo estadual.

A maior parte da origem dos créditos não foi informada, uma vez que houve um cancelamento de cerca de R$ 14,8 milhões entre as pastas. Os maiores cancelamentos foram na PGE (Procuradoria-Geral do Estado) e na UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul).

De forma a garantir os pagamentos dos inativos e pensionistas do Estado, o governo decretou que R$ 56,1 milhões fossem suplementados ao orçamento da Ageprev (Agência de Previdência Social).

Os orçamentos da SED (Secretaria de Estado de Educação) e Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda) também receberam suplementos milionários, de R$ 86,2 milhões e 40 milhões, respectivamente, para atividades administrativas.Governo de MS suplementa orçamento da Ageprev em R$ 56 milhões

Já o Fundo Especial de Saúde de MS teve suplemento de R$ 21,8 milhões, para diferentes atividades, enquanto o orçamento da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Público) suplementado em R$ 20,6 milhões.

As demais pastas tiveram suplementos inferiores a R$ 10 milhões. O decreto de abertura de créditos aos orçamentos estaduais foi assinado por Azambuja e pelo secretário de Estado de Fazenda, Guaraci Luiz Fontana.

Jornal Midiamax