Política / Transparência

Promotor apura improbidade por licitação de uniformes e manutenção da MS-156

SAD e Agesul são investigadas

Evelin Cáceres Publicado em 22/09/2016, às 15h42

None
al.jpg

SAD e Agesul são investigadas

A 31ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social da Comarca de Campo Grande converteu dois procedimentos preparatórios em inquéritos civis para apurar supostos atos de improbidade administrativa no governo do Estado. As publicações são do Diário Oficial desta quinta-feira (22).

A Nilcatex Têxtil Ltda é a requerente de um dos procedimentos, que apura improbidade ante a suposta irregularidade na concessão de realinhamento de preço do Estado, por meio da SAD (Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização) à empresa C.I.Ltda por conta do pregão eletrônico 006/2015, de uniformes escolares.

Outra investigação é para apurar suposto ato de improbidade da Agesul por ter, em tese, sido omissa na manutenção da Rodovia MS-156, que liga Caarapó e Amambai.

Todas as investigações serão conduzidas pelo promotor Henrique Franco Cândia. 

Jornal Midiamax