Política / Transparência

Empresas podem fornecer produtos médicos à Prefeitura por até R$ 6,7 milhões

Empresas ganharam licitações de ata de registro de preços

Joaquim Padilha Publicado em 01/09/2016, às 14h11

None
sesau.jpg

Empresas ganharam licitações de ata de registro de preços

 A Prefeitura Municipal de Campo Grande publicou no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta quinta-feira (1) três extratos de registros de preços firmados com empresas médicas da Capital. Durante 12 meses, as empresas poderão oferecer os serviços aos órgãos da Prefeitura por até R$ 6,7 milhões, somados os valores registrados nas atas.

A primeira ata divulgada teve como vencedora, por menor preço oferecido, a empresa Jklab Química, Diagnóstica e Segurança Ltda, que se ofereceu para fornecimento de reagentes urina, além de dois aparelhos em comodato. Os recursos devem atender às necessidades da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública). A empresa ofereceu os produtos pelo preço registrado de R$ 2,5 milhões.

A segunda ata teve como objetivo a aquisição de reagentes para realização de exames de hemograma, também para atender a Sesau. A empresa ganhadora que apresentou o menor preço foi a empresa M.S. Diagnóstica Ltda, que deve fornecer os serviços por mais de R$ 2,4 milhões.

Por 1,7 milhões, as empresas Pollo Hospitalar Ltda e a Litoralm Comércio de Produtos Médicos Eireli ganharam o registro de preços destinado a aquisição de fraldas descartáveis para adultos. Os produtos também devem atender às necessidade da Sesau.

Com as atas de registro de preços, as empresas serão as únicas habilitadas a fornecerem os produtos descritos aos órgão da Prefeitura, devendo sempre manter os preços registrados na ata, variando conforme a quantidade de produtos solicitados pela administração pública. Todas as atas foram assinadas pelo secretário Municipal de Administração, Ricardo Trefzer Ballock.

(Sob supervisão de Evelin Araujo)

Jornal Midiamax