Política / Transparência

Prefeito é suspeito de usar advogado de prefeitura em causa própria

Inquérito vai apurar se houve crime de improbidade

Midiamax Publicado em 06/10/2015, às 12h47

None
ernei_-_ludyney.jpg

Inquérito vai apurar se houve crime de improbidade

O MPE (Ministério Público Estadual) instaurou Inquérito Civil para investigar possível ato de improbidade administrativa por parte de prefeito de Jardim, Erney Cunha Bazzano Barboza (PT). Conforme publicado no Diário Oficial do órgão, o atual chefe do Executivo do município, localizado 230 quilômetros a sudoeste de Campo Grande, teria utilizado assessor jurídico da prefeitura em sua própria defesa, durante um processo criminal.

A publicação consta no edital 09/2015 do Diário Oficial do MPE desta terça-feira (6). Conforme o documento, assinado em 29 de setembro pela promotora Lia Paim Lima, o inquérito visa “apurar possível prática de improbidade administrativa pelo Prefeito de Jardim (MS) na utilização do assessor jurídico do município para defesa própria em processo crime“.

A Assessoria de Comunicação da prefeitura informou que só irá se pronunciar, após receber notificação oficial da justiça sobre caso. 

Uso de veículo oficial

Em março deste ano, o prefeito Erney Cunha foi alvo de reclamações por parte da população de Jardim. Ele foi flagrado utilizando um veículo oficial para realizar compras na Capital, no mesmo dia em que protestos contra corrupção ocorriam no município que administra. (Com supervisão de Waldemar Gonçalves)

Jornal Midiamax