Política / Transparência

Para evitar ‘confusão’ com MPE, prefeitura fecha Ayrton Senna de novo

Parque ficou aberto por 21 dias 

Kemila Pellin Publicado em 05/12/2015, às 16h24

None
interna.jpg

Parque ficou aberto por 21 dias 

O Parque Ayrton Senna, reaberto no dia 14 de novembro, depois de cinco meses fechados para reforma e contenção dos pombos, foi novamente interditado pela Prefeitura de Campo Grande, após o MPE (Ministério Público Estadual) entrar com pedido de liminar no dia 17, para que o local fique fechado até que todas as pendências estruturais sejam regularizadas.

Segundo o presidente da Funesp (Fundação Municipal de Esporte), Ricardo Dal Farra, o fechamento é para evitar bater de frente com o as autoridades, uma vez que o prazo para readequação é até 12 de dezembro.

Dal Farra, explicou que da primeira vez, o parque foi fechado pela Vigilância Sanitária, para a conter a infestação de pombos, que ameaçavam a população. O serviço foi feito por uma empresa especializada, após licitação, e durou 30 madrugadas. O custo total do serviço foi de R$ 7,5 mil.

“Depois que concluímos a limpeza, a Vigilância Sanitária autorizou a reabertura, e por isso ela foi feita. Mesmo porque, já estamos cumprindo com as exigências do Corpo de Bombeiros de forma gradativa. Já foram instalados 69 extintores, as telhas estão quase todas trocadas, e agora só faltam os hidrantes, mas para isso vamos precisar de uma prazo maior, de 70 a 90 dias”, detalhou.

O MPE questionou a abertura, afirmando que a atitude coloca em risco a segurança da população. Entre as readequações está incluir no PPA (Plano Plurianual) 2016 a previsão de providências administrativas e técnicas de caráter permanente, relacionadas às melhorias e adequações na infraestrutura das edificações do local. Não utilizar direta ou indiretamente o espaço até que haja licença ambiental de instalação (reformas, ampliações, etc), licença sanitária, Certificado de Vistoria do Sistema de Prevenção Contra Incêndio e Pânico, sob risco de pena diária de R$ 10 mil.

O secretário afirmou que na segunda-feira (7) o prefeito deve ir ao MPE e ao Corpo de Bombeiros, para discutir as medidas necessárias para reabertura do parque o quanto antes. “O fechamento acontece justo em época de férias, o que prejudica a população, então queremos resolver isso logo”, finalizou.

Jornal Midiamax