Política / Transparência

MPE quer saber se ‘apadrinhados’ de coronéis têm vantagens na PMMS

O procedimento é conduzido pela 29ª Promotoria 

Evelin Cáceres Publicado em 11/06/2015, às 11h30

None
pmms.jpg

O procedimento é conduzido pela 29ª Promotoria 

O MPE-MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) instaurou o Inquérito Civil nº 124/2014 para investigar supostos benefícios que os “apadrinhados” dos coronéis da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul receberiam. A publicação consta no Diário Oficial do órgão desta quinta-feira (11).

As investigações foram convertidas de procedimento preparatório para inquérito civil, o que ocorre quando o Ministério apura que dados enviados pela denúncia são verídicos e resolve aprofundar as investigações.

O procedimento será conduzido pela 29ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social da Comarca de Campo Grande para avaliar eventual irregularidade consistente no tratamento desigual entre policiais militares. O promotor Thalys Franklyn de Souza é o responsável pela investigação. 

Jornal Midiamax