Informações foram publicadas no Diário do MP

O Ministério Público de Mato Grosso do Sul abriu inquérito civil para investigar se a Câmara Municipal de devolveu saldo de caixa a Poder Executivo municipal no ano de 2013. As informações estão publicadas na edição desta quarta-feira (6), do Diário Oficial do Ministério Público.

 A apuração será desempenhada pela 29ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social de Campo Grande, que também investigará ausência do repasse constitucional das retenções de imposto de renda dos servidores. O vereador Mario Cesar (PMDB) preside a Casa de Leis desde 2013. À época em voga Campo Grande era administrada pelo radialista Alcides Bernal (PP).