Governo do Estado prorroga contratos com agências de publicidade

As 19 empresas tiveram os contratos prorrogados 
| 07/05/2015
- 15:30
Governo do Estado prorroga contratos com agências de publicidade

As 19 empresas tiveram os contratos prorrogados 

As mesmas 19 agências contratadas pelo ex-governador André Puccinelli continuam a gerenciar os recursos gastos mensalmente em comunicação e propaganda oficial na gestão do governador Reinaldo Azambuja. Nesta quinta-feira (7), foi publicada no Diário Oficial do Estado a prorrogação de vigência dos contratos por mais três meses.

O aditamento foi feito pela segunda vez enquanto a licitação para contratação de empresas de comunicação não é concluída, afirma o governo estadual.

Todos os contratos foram estendidos de 24 de abril até 23 de julho. O aditamento de contrato significa que o governo acrescentou informações, no caso prorrogação de prazo, nos convênios.

Nos extratos de aditamento não consta o quanto custará a mais aos cofres públicos a medida, nem informações referentes ao processo de licitação. Está registrado apenas o prazo de extensão, assinado pelo secretário da Casa Civil, Sérgio de Paula e os responsáveis por cada empresa.

Na gestão anterior, os gastos com publicidade sempre se mantiveram em patamares elevados e eram geridos pela Secretaria de Estado de Governo. Só no último trimestre de 2014, foram gastos mais de R$ 10 milhões destinados à “implementação de ações de comunicação do governo”.

Os dados estão disponíveis no Portal da Transparência do governo de Mato Grosso do Sul, no entanto, não há detalhamento de como a verba é utilizada, somente os valores investidos e o nome da agência que gerencia cada repasse.

Aditamento de contrato era prática constante na gestão do ex-governador André Puccinelli (PMDB). O argumento era de que contratos com prazos de validades menores e aditamentos constantes facilitaria a transparência, ajudando a combater fraudes, por exemplo, com a verificação da situação das empresas a cada prorrogação.

As empresas que tiveram os contratos aditados, conforme publicado, são: MV Comunicação e Planejamento, PRS Publicidade e Promoções, Slogan Publicidade, Central Midia Marketing e Produções, Comunicação Marketing, Publicidade e Propaganda, B & W Tres Propaganda, Compet Marketing e Comunicação, Ramal Propaganda, Diniz Acao e Marketing, Trilha Comunicação, Midianova Estrategia em Comunicação, Remat Marketing e Propaganda, Art Traco Publicidade e Assessoria, Quorum Propaganda, Think Service e Design, Guia Comunicação, Resultado Comunicação e Marketing, Futura Comunicação e Marketing e Bartz Comunicação Integrada.

Veja também

Decisão vale apenas em 2023 e TSE precisa validar revisões dos estatutos das legendas

Últimas notícias