Política / Transparência

Em meio à Lama Asfáltica, Prefeitura suspende licitação de manutenção de vias

Propostas abrangendo serviços em vicinais seriam abertas no fim do mês

Midiamax Publicado em 13/07/2015, às 18h35

None
estrada_la.jpg

Propostas abrangendo serviços em vicinais seriam abertas no fim do mês

A Prefeitura de Campo Grande suspendeu duas licitações para manutenção de vias públicas municipais, tipo de serviço alvo de investigação da Operação Lama Asfáltica. A previsão inicial era de que as propostas das concorrentes seriam abertas no fim de julho.

Segundo publicado no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta segunda-feira (13), foram suspensas as concorrências 015 e 016/2015. Ambas tratam de “execução de obras visando a manutenção de estradas vicinais, consistindo na execução dos serviços de limpeza e revestimento primário” em trechos da CG-342, CG-324 e CG -492.

Os avisos publicados no Diogrande não especificam os motivos da suspensão. Procurada, a assessoria de imprensa do Município não havia se manifestado sobe o assunto até o fechamento deste texto.

Não há, por exemplo, informações que relacionem a suspensão às investigações da Operação Lama Asfáltica, a qual investiga suposto esquema de desvio de verbas públicas integrado por empreiteiras atuantes na área de conservação de vias públicas na Capital.

Pela manhã, o prefeito, Gilmar Olarte (PP), disse que os contratos da Prefeitura com investigadas serão analisados pela Procuradoria Geral do Município. Duas das empresas investigadas, a Proteco e a LD Construções, mantêm ao menos 16 contratos com o Poder Público municipal, todos na área de manutenção de vias, boa parte para operações ‘tapa-buracos’.

Jornal Midiamax