Política / Transparência

Após deixar PT, Ruiter Cunha ficará à disposição da Secretaria da Casa Civil

Ex-prefeito é auditor fiscal do Estado

Evelin Cáceres Publicado em 03/07/2015, às 15h39

None
img-20150620-wa0050.jpg

Ex-prefeito é auditor fiscal do Estado

O ex-prefeito de Corumbá, Ruiter Cunha, que deixou o PT no início do mês para ser filiado simbolicamente ao PSDB, ficará à disposição na Secretaria de Estado da Casa Civil a partir desta sexta-feira (3), conforme divulgado pelo Diário Oficial do Estado.

 O decreto, assinado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB), coloca Ruiter, que é auditor fiscal da Receita lotado na Secretaria de Estado de Fazenda, à disposição da Casa Civil.

Ruiter saiu do PT após onze anos alegando perseguição política e agora tem a intenção de integrar o PSDB. 

O deputado federal Zeca do PT lamentou a saída de Ruiter. Preocupado, o ex-governador avaliou que a saída do ex-prefeito e eventual candidatura poderá impor uma derrota ao partido em Corumbá, principal cidade que o PT administra em Mato Grosso do Sul, sob comando de Paulo Duarte, que também preside a sigla no Estado.

“A eventual saída do Ruiter pode nos impor  uma grande derrota em Corumbá e, se isso acontecer, será muito ruim para a imagem do Delcidio (senador Delcídio do Amaral) e do Paulo Duarte (prefeito de Corumbá e presidente estadual do PT). O PT vai ficar, no mínimo, dividido em Corumbá”, lamentou.

Zeca considerou absurdo o que classificou como descaso das lideranças do PT em Corumbá, especialmente de Duarte e Delcídio. “Eles já tinham ouvido esta conversa muito antes. Podiam ter chamado o Ruiter para conversar. Saibam que ele estava se sentindo desconfortável no PT e poderiam sair e não fizeram nada”, criticou.

Jornal Midiamax