Política / Pimenta

Propaganda eleitoral nas redes sociais usa 'laranjas' para escapar da fiscalização em MS

Marqueteiros apostam no uso de páginas de terceiros para embalar nomes de olho nas eleições de 2022

Da Redação Publicado em 28/09/2021, às 07h00

Além dos fakes, campanha nas eleições de 2022 em MS devem ter mais páginas 'laranjas' embalando candidatos
Além dos fakes, campanha nas eleições de 2022 em MS devem ter mais páginas 'laranjas' embalando candidatos - (Ilustração sobre reprodução, Web)

A propaganda eleitoral nas redes sociais para eleições de 2022 em Mato Grosso do Sul deve ter, além dos exércitos de fakes, nova modalidade para escapar da fiscalização. Páginas 'laranjas' e até grupos já estão sendo comprados ou cooptados através dos donos e administradores por candidatos que querem embalar o próprio nome sem precisar declarar os gastos com impulsionamento.

Assim, já estão circulando posts impulsionados financeiramente que promovem um ou outro nome de olho na campanha do próximo ano.

Segundo marqueteiros que se orgulham da prática, a operacionalização não tem grandes novidades e, apesar de operações em eleições passadas terem traumatizado alguns até com visitas da Polícia Federal, não seria difícil achar voluntários para o esquema.

Por outro lado, já tem gente montando verdadeiros dossiês com as informações que as principais redes sociais disponibilizam sobre os gastos feitos para mostrar um conteúdo a cada vez mais gente de públicos definidos pelos anunciantes. Algumas legendas, inclusive, já preparam verdadeira cartilha para orientar os pré-candidatos sobre como cooptar páginas e grupos.

Sabendo de algo que MS precisa saber? Conta pro Midiamax!

Se você está por dentro de alguma informação que acha importante o público saber, fale com jornalistas do Jornal Midiamax!

Fala Povo: O leitor pode falar direto no WhatsApp do Jornal Midiamax pelo número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Se preferir, você também pode falar com o Jornal direto no Messenger do Facebook.

Você pode enviar flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax