Política / Pimenta

Em Mato Grosso do Sul, denunciante aposta que bomba envolvendo corrupção, sexo e traição estoura antes de 2022

Segundo a denunciante, caso envolve gente com pretensão eleitoral para próximas eleições e submundo do crime em MS

Da Redação Publicado em 13/10/2021, às 10h30

Mulher que denunciou garante que caso implica pretenso candidato com trama cheia de corrupção, sexo e traição em MS
Mulher que denunciou garante que caso implica pretenso candidato com trama cheia de corrupção, sexo e traição em MS - (Ilustração sobre reprodução, Web)

Mulher que se diz implicada em trama de sexo e traição garante que denúncia de corrupção deve estourar antes das eleições de 2022 em Mato Grosso do Sul. O caso poderia implodir planos eleitorais e teria ganhado proporções oficiais depois que o alvo teria 'desapontado romanticamente' em aventura extraconjugal a denunciante.

Desde então, outras mulheres acabaram implicadas em escapadas do fulano e a confusão só teria aumentado.

Como envolve sujeito que estaria aproveitando acessos para enriquecer, e as negociatas esbarrariam no serviço público, a vingança pessoal se tornou denúncia com indícios de corrupção, lavagem de dinheiro e ocultação de bens em Mato Grosso do Sul.

Sexo e traição em Campo Grande, Sidrolândia e Maracaju

Preocupada com o risco de tudo 'dar em nada', a denunciante estaria agora espalhando o assunto e levando a denúncia para vários órgãos. Intenção da mulher ofendida é assegurar que pelo menos dor de cabeça das grandes o galã tenha.

Para detalhar as aventuras extraconjugais, a mulher acabou relatando episódios de sexo e traição em pelo menos três cidades de Mato Grosso do Sul: Campo Grande, Sidrolândia e Maracaju.

No entanto, não sabia que estava, de fato, revelando rota de esquema que supostamente cria dificuldades para vender facilidades a contribuintes. Para complicar, o mulherengo não age sozinho e teria exposto todo mundo da verdadeira quadrilha de colarinho branco.

Sabendo de algo que MS precisa saber? Conta pro Midiamax!

Se você está por dentro de alguma informação que acha importante o público saber, fale com jornalistas do Jornal Midiamax!

Fala Povo: O leitor pode falar direto no WhatsApp do Jornal Midiamax pelo número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Se preferir, você também pode falar com o Jornal direto no Messenger do Facebook.

Você pode enviar flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax