Política / Pimenta

Pagar pra ver capivara em Campo Grande?

Plano do Governo de MS é de privatizar com PPP o Parque das Nações Indígenas e ver capivara em Campo Grande pode virar atração paga.

Da Redação Publicado em 29/10/2020, às 11h39 - Atualizado às 11h41

None
Ver capivara em Campo Grande pode virar atração paga no Parque das Nações Indígenas (Montagem sobre foto, Reprodução/Secom MS)

Ver capivara em Campo Grande faz parte da rotina para quem mora na cidade. Além de fofas, e renderem ótimos memes, elas povoam vários pontos da capital no entorno de rios, córregos e lagos.

Mas, se depender do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), pelo menos no Parque das Nações Indígenas, ponto turístico da Cidade Morena, ver capivara em Campo Grande pode virar programa pago!

Depois de vender a operação da Sanesul com uma PPP (parceria público-privada), o Governo de Mato Grosso do Sul está empolgado para entregar à iniciativa privada outros setores.

Mesmo afetado pelo assoreamento, e após consumir fortuna pública para salvar o lago principal, o Parque das Nações Indígenas seria entregue à exploração privada.

Assim, já firmou um acordo com o BNDES para avaliar as ‘concessões’ de 4 parques. Desta forma, estão na lista em Campo Grande o Parque do Prosa e o das Nações Indígenas.

Além disso, no interior podem virar atrações privatizadas pelas PPP as Várzeas do Rio Ivinhema, as Nascentes do Rio Taquari e até a famosíssima Gruta do Lago Azul, em Bonito.

Ao ver capivara em Campo Grande, devo avisar o Midiamax?

Se você está por dentro de alguma informação que acha importante o público saber, fale com jornalistas do Jornal Midiamax!

O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Se preferir, você também pode falar com o Jornal direto no Messenger do Facebook.

Envie flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax