Política / Bastidores

[BASTIDORES] Cadê as notas?

Da Redação Publicado em 09/06/2021, às 06h30

None

Cadê as notas?

O deputado Capitão Contar (PSL) afirmou durante sessão da Alems (Assembleia Legislativa de MS) de ontem (8) que vai Judicializar pedido de acessoàs notas fiscais de contrato entre a empresa e o Governo de Mato Grosso do Sul, desde 2015, após ter encaminhado dois requerimentos, sem resposta.

Recado dado

O parlamentar afirmou que foi pessoalmente à Segov (Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica) e mesmo assim voltou sem as notas. Na sessão, ele endereçou recado ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB): “Tenha o mínimo de probidade, respeite a constituição estadual e forneça logo esses documentos”.

Substituição

O deputado Pedro Kemp (PT) afirmou que se reuniu com Amarildo Cruz (PT) e pediu ao presidente Alems (Assembleia Legislativa de MS), Paulo Corrêa (PSDB), para que substitua por Amarildo as comissões ocupadas pelo então deputado Cabo Almi, vítima da Covid-19 no fim do mês passado.

Imunizado

O deputado federal Fábio Trad (PSD-MS) aproveitou a janela aberta para pessoas com 51 anos ou mais e foi imunizado com a primeira dose contra a covid-19, ontem (8), em Campo Grande.

Dia de festa

O parlamentar levou salgadinhos para os profissionais de Saúde no polo do Centro de Convenções Albano Franco e elogiou a campanha em andamento no município. De quebra, disparou a já famigerada frase: “Viva o SUS!”.

Figurinha repetida

A Assembleia Legislativa apresentou projeto de decreto legislativo para indicar o novo diretor de Regulação e Fiscalização – Área Transportes, Rodovia e Portos da Agepan (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos). Trata-se de Matias Gonsales, nome conhecido na política estadual.

Quem é

Gonsales foi secretário de estado de Saúde na gestão de Zeca do PT (1999-2006) e diretor-presidente da MS Gás (Companhia de Gás do Estado) na administração de André Puccinelli, do MDB (2007-2014). Ele é servidor de carreira da Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda).

Suquinho 1

Às voltas com a busca e apreensão da Polícia Federal em sua sede devido a investigação que implica conselheiros, o Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul ganhou um refresco no mesmo dia em que a Operação Mineração de Ouro bateu à sua porta. Literalmente.

Suquinho 2

O Diário Oficial da Corte de Contas publicou ontem contrato entre o TCE-MS e a Multipolpas Indústria e Comércio de Polpas e Frutas Limitada EPP, no valor de R$ 20,3 mil. O objeto: a aquisição de polpas de frutas para atender a demanda do órgão.

Jornal Midiamax