Política / Bastidores

[BASTIDORES] Aluna nota 10

Da Redação Publicado em 18/06/2021, às 06h30

None

Aluna nota 10

A senadora Soraya Thronicke (PSL-MS) está debruçada na MP (Medida Provisória) que pode levar à privatização da Eletrobras (Centrais Elétricas Brasileiras S.A). "Vamos estudar. Liberalismo econômico requer acima de tudo responsabilidade com a coisa pública", escreveu no Twitter.

Assim não dá

Por outro lado, Soraya criticou o texto que veio da Câmara dos Deputados. Sou favorável ao texto original do Governo Federal, mas a Câmara dos Deputados modificou a tal ponto que está inviabilizando a aprovação. Vamos mudar isso, apesar da ameaça de alguns deputados", pontuou.

Joga no lixo

Por outro lado, a senadora Simone Tebet defendeu a matéria caduque, ou seja, deixe de ser votada e perca a validade. "Se o Senado modifica a MP, ela volta para a Câmara dos Deputados. Derrota dupla: aprova sem discussão e vê a Câmara voltando ao texto aprovado por ela ou, no máximo, aceita algumas alterações, sem mudar o cerne que encarece a energia para todos os brasileiros", declarou.

Zoológico

Simone ainda observou nas redes sociais que a MP pode encarecer a conta de energia. "Está passando a boiada inteira na MP da Eletrobrás. A fauna é completa: tem boi na linha, jabuti na árvore, bode na sala, dose pra elefante e teimoso como mula. Mas o que mais tem é lobo em pele de cordeiro. A verdade: milhões de brasileiros vão pro brejo por conta do aumento da conta", opinou.

Também não gostei

Nelson Trad Filho (PSD-MS) e seu partido no Senado também não gostaram da atual versão do texto. "A grande maioria do PSD no Senado não concorda com alterações realizadas tanto na Câmara dos Deputados quanto pelo relator, senador Marcos Rogério (DEM-RO)", tuitou.

Influenciador

Quem acompanhar os perfis do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) percebeu que ele tem mostrado cada vez mais sua rotina, inclusive em sua casa. Nas últimas semanas, ele já compartilhou até fotos com a família.

Estratégia

A mudança se deve à uma nova estratégia de comunicação. O tucano colocou uma agência de comunicação para cuidar de sua imagem digital, que anda bastante afetada por diversos percalços que o político enfrenta na Justiça.

Só na live

Por outro lado, quem se distanciou das redes foi a secretária de estado adjunta de Saúde, Crhistinne Maymone. A médica deixou de se atualizar seus perfis há várias semanas.

De jeito nenhum

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) barrou mais um prefeito tucano e seu intuito de ignorar as recomendações do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança da Economia). Jeferson Tomazoni queria deixar a bandeira cinza e voltar para a vermelha, mas a pasta negou o pedido.

O meu também

Após a Câmara dos Deputados aprovar a inclusão de diversas categorias no grupo prioritário da vacinação contra Covid-19, o deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT-MS) anunciou que está articulando a votação de seu projeto para garantir esse direito aos profissionais da imprensa. A inclusão vem sendo reivindicada pela categoria há meses, considerada prestadora de serviço essencial durante a pandemia.

Jornal Midiamax