Política / Bastidores

[ BASTIDORES ] Ninguém sabe quanto advogado vai ganhar para trabalhar em CPI

Advogado foi indicado por presidente da CPI

Aliny Mary Dias Publicado em 23/06/2017, às 08h00

None

Advogado foi indicado por presidente da CPI

Indicado

A indicação do advogado Luiz Henrique Volpe Camargo para atuar como profissional da área processualista na CPI da Propina já aconteceu. Presidente da comissão, Paulo Corrêa (PR), foi enfático ao afirmar que esse advogado vai “dar conta do recado”.

E o salário?

Ninguém sabe, pelo menos não oficialmente, quanto vai ganhar o advogado. A Assembleia Legislativa afirma que como o processo para contratação ainda está em andamento, não se sabe qual será a remuneração do profissional.

Nota máxima

Em novembro de 2011, o advogado Luiz Volpe foi assunto de várias matérias na imprensa regional depois de conquistar nota máxima em em tese de mestrado defendida na PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica). O tema da tese foi “Os precedentes fortes e as técnicas para garantir soluções jurídicas iguais para casos iguais”.

Professor

Aprovados em concurso da Assembleia receberam aula de Amarildo Cruz (PT) sobre a história da Assembleia Legislativa, enquanto eles só queriam saber de data para nomeação. “É preciso que tomem conhecimento do histórico, prós e contra para formar juízo de valor mais próximo da realidade”, justificou o petista.

Um pouco mais

Ingresso dos aprovados, conforme Zé Teixeira (DEM), fica para depois do recesso parlamentar em julho. “Vamos chamar os necessários”, ressaltou sem dar números de novos servidores.

Memória

Paulo Corrêa fez memória ao termo condução coercitiva. “Antigamente era conhecido como conduzido sob varas”, explicou ao discorrer sobre futuro pedido de depoimentos dos irmãos Wesley e Joesley Batista, donos da JBS.

Amor

O amor está no ar na Câmara Municipal de Campo Grande. Em meio às discussões sobre projetos do Executivo, sobrou tempo para vereador receber a companheira e trocar carinho durante sessão ordinária.

Fogo

Audiência pública marcada para esta sexta-feira (23) promete pegar fogo. A discussão será sobre a cobrança retroativa da taxa de iluminação, mas vereadores prometem ir mais além e puxar todas as informações sobre o tema. Tem gente até fazendo trocadilho e dizendo que a Casa trará luz ao assunto.

Boca calada

Apesar de convocar toda a imprensa para fazer imagens dos containers lotados com 16 mil lâmpadas LEDs que não podem ser colocadas na cidade, a ordem da prefeitura dada ao técnico que guiou as equipes dos jornais era que nada podia ser falado. Sempre que era questionado sobre algo, o servidor afirmava que “não estou autorizado a falar”. 

De lavada

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) deve demorar a recorrer ao STF (Supremo Tribunal Federal) pelos próximos meses. Só nessa semana, Reinaldo saiu derrotado duas vezes após ter pedidos de anulação da delação da JBS e retirada de relatoria do processo negados pelo colegiado. Só nessa segunda decisão, foram 7 votos a 0 contra Reinaldo. 

Jornal Midiamax