Política / Bastidores

[ BASTIDORES ] Figura assídua da Câmara se foi

.

Aliny Mary Dias Publicado em 10/08/2017, às 08h00

None

.

Luto

Servidor aposentado e frequentador assíduo das sessões e audiências púbicas da Câmara Municipal, Ivaldo Vieira da Silva, morreu no início desta semana. Os vereadores e Casa de Leis lamentaram a perda. Ele era conhecido de todos os que acompanham o Legislativo.

Pressa

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), literalmente saiu correndo de agenda pública para dar entrevista à emissora de TV. Ele esteve em três eventos da Sedesc Itinerante nessa quarta-feira (9).

A pé

Os eventos ocorreram no Polo Industrial Oeste e eram próximos um ao outro. Tanto, que o prefeito dispensou carro e foi caminhando da primeira para a segunda agenda. Secretários fizeram companhia na caminhada.

Pingue-pongue

Determinação de transferência de ex-assessor da Prefeitura preso no Pará ainda não foi atendida. A ordem estava em primeira instância, mas juiz disse que não lhe cabia tal competência e mandou para segunda instância. Desembargador também alegou não haver previsão para tal medida e devolveu a questão para primeiro grau.

Especialista

Tem deputado pensando em complementar renda na medicina. “Vou me formar em neurologia, assisto Greys Anatomy”, declarou Paulo Corrêa (PR), depois de reunião contrato entre a Governo do Estado, Prefeitura de Campo Grande e Santa Casa.

Atropelou

Felipe Orro (PSDB) decidiu que será porta voz da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, quando o caso é Santa Casa. Paulo Siufi (PMDB), que preside o grupo, não conteve a ironia: “deixa ele falar, é engenheiro”.

Caloteiro

Siufi acredita ainda que a expressão “estado caloteiro”, para se referir ao atraso do governo em repassar recurso ao hospital, pode ter acelerado o processo. “Fiz requerimento e ia até levar o caso ao Ministério Público”, destacou.

Encontrão

Governador, prefeito, secretários de saúde, finanças e integrante do Ministério da Saúde podem participar de ‘encontrão’ para resolver o impasse de depósitos ao hospital. Beto Pereira (PSDB), vice-líder do governo, disse que tudo não passa de uma “ideia”.

Jornal Midiamax