Política / Bastidores

[ BASTIDORES ] Deputado é atração em sessão que definiu receber denúncia contra Temer

Marun chegou dando gargalhadas

Aliny Mary Dias Publicado em 11/07/2017, às 08h00 - Atualizado em 18/07/2020, às 00h38

None

Marun chegou dando gargalhadas

Começou feliz

A semana parecia que começaria com vitória para o deputado federal Carlos Marun (PMDB). Fiel defensor de Michel Temer (PMDB) na sessão da CCJ que definiu prosseguimento da denúncia contra o presidente, Marun chegou no plenário assobiando e gargalhando.

Terminou triste

​Mas o dia não teve final feliz para o deputado. Parecer do relator do caso, Sergio Zveiter, definiu que a denúncia deve ter prosseguimento na Câmara Federal. Para o parlamentar, “os indícios são fortes”.

Em tempo

Da bancada federal de Mato Grosso do Sul, o deputado federal Carlos Marun (PMDB) é o nome mais próximo do presidente Michel Temer (PMDB), ele aposta que os colegas eleitos por Mato Grosso do Sul não vão votar pelo afastamento do peemedebista do Palácio do Planalto.

Em tempo 2

À exceção de Zeca do PT, Vander Loubet (PT) e Dagoberto Nogueira (PDT), os tucanos Elizeu Dionizio e Geraldo Resende, Tereza Cristina (PSB) e Mandetta (DEM), aposta Marun, serão contrários ao impeachment de Temer.

Prêmios

O governo estadual vai pagar até R$ 24 mil em premiações na XII edição do Prêmio Sul-Mato-Grossense de Gestão Pública – Premiando Ideias Inovadoras que tragam Modernidade à Gestão Pública. As inscrições vão até o dia 30 desse mês.

Troca?

Alguns prestadores de serviços públicos com vultuosas quantias estão perdendo importantes contratos, em mais de um órgão. Empresários suspeitam de algumas ‘peças’ antigas podem estar sendo trocadas.

Esperançosa

Batalha judicial entre a Prefeitura e a ex-presidente da Agereg, Ritva Vieira, segue a todo vapor. Embora haja decisão para que ela não retorne ao cargo, como tenta judicialmente desde janeiro deste ano, ela continua investindo em recursos para mudar posicionamento do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).

Procura-se

Uma das peças principais em ação envolvendo nomes políticos de Campo Grande não foi notificado. Segundo consta no processo, oficial de Justiça foi ao endereço indicado, mas ‘deu de cara’ com as portas fechadas. O porteiro do prédio comercial informou que o paradeiro da pessoa é desconhecido.

Viagens em vão

As idas de políticos, principalmente governadores e prefeitos, à Brasília têm sido praticamente em vão. Com as incertezas em relação ao futuro da presidência do país, ministros têm centrados suas atenções na defesa de Michel Temer.

Silêncio

Outro político que tem preferido silêncio nos últimos dias é o ex-prefeito de Campo Grande Nelsinho Trad (PTB). Possível “dobradinha” de Trad e Zeca do PT para o Senado, que no ano que vem terá duas vagas para o Estado, já foi confirmada pelo petista. 

Jornal Midiamax