Política / Bastidores

[ BASTIDORES ] Depois da tempestade, a bonança

.

Aliny Mary Dias Publicado em 30/11/2017, às 08h00

None

.

Pós-turbulência

A paz e tranquilidade voltaram a reinar na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul após uma semana de ânimos acirrados por causa dos debates em torno da reforma da Previdência dos servidores estaduais. Na sessão desta quarta-feira, tudo transcorreu normalmente.

Sem desgaste

Deputados estaduais em sua maioria afirmam que não houve desgaste político com a votação da reforma, sendo que o líder do PSDB, Beto Pereira, foi o mais incisivo. “Não (houve) porque foi aprovado. Seria desgaste se fosse rejeitado”, disparou.

Garantia

Os parlamentares também garantem que o governo não vai usar para outros fins os 3% dos repasses patronais destinados a reparar o fundo previdenciário que será unificado e terá seus R$ 377 milhões utilizados para cobrir o déficit da previdência. A lei garante isso, dizem.

Silêncio

Depois do dia turbulento, o que se viu entre sindicalistas foi silêncio. Quase ninguém saiu em defesa de novos protestos. O que sabe até agora é que Fórum que representa os trabalhadores já afirmou que entrará com ação contra a reforma da Previdência estadual.

Procura-se

O TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado) está à procura do ex-prefeito de Ponta Porã, Ludimar Godoy Novais. Foram publicados três editais de convocação no diário oficial do órgão dessa quarta-feira (29). A alegação é de que o ex-chefe do Executivo está em lugar “incerto e não sabido”.

Conectados

Além da baixa presença de vereadores na sessão promovida pelas vereadoras Dharleng Campos e Cida Amaral, que discutiu o fim da violência contra as mulheres, os que nobres pares que foram ficaram atentos aos celulares. Um dele tirou selfie com os companheiros e foi embora.

Minoria

Hoje, das 29 cadeiras na Câmara Municipal, apenas duas são ocupadas por mulheres. Na legislatura passada, houve momento em que o total chegou a seis vereadoras, número baixo se comparado aos lugares disponíveis, porém o mais alto da história da Casa de Leis.

Quase lá

Processo que analisa suposta irregularidade em concessão de benefícios fiscais estaduais a empresa cerealista está prestes ter novidades. Despacho do magistrado responsável deve ser publicado nos próximos dias.

Nada mudou

Chefe do Executivo não mudou de ideia sobre escolha de novo funcionário do alto escalão. Ele insiste em manter segredo sobre o assunto por entender que não é o momento ideal.

Lula cá

Em pré-campanha, Lula deu entrevista a uma rádio de Campo Grande e disse que foi o presidente que mais investiu em MS. Ele tem rodado o Brasil e dado uma série de entrevistas.

Jornal Midiamax