Política / Bastidores

[ BASTIDORES ] AL não vai pagar hora extra para servidor que trabalhar em CPI

Tudo será compensado em banco de horas 

Aliny Mary Dias Publicado em 29/06/2017, às 08h00

None

Tudo será compensado em banco de horas 

Banco de horas

Os servidores da Assembleia Legislativa que trabalharem além do horário de expediente por conta da CPI da Propina não vão ter direito a recebimento de horas extras. Deputados definiram durante reunião que todos terão horários a mais registrados em bancos de horas e serão compensados com folgas.

Delay

Situações do cotidiano ainda impressionam quando o assunto é como cada lugar trata a velocidade das publicações. Duas semanas após demanda urgente é que uma nota é encaminhada a Campo Grande, MT, não MS.

Gaveta

Projeto parado há dois anos segue por 17 anos tentando aprovação. Com momento político tumultuado, a previsão é de outra temporada de poeira seja acumulada sobre o assunto.

Apoio?

Em apoio incondicional para fotos, preocupação em estender a todos a possibilidade de eleição preocupa por brigas que caminham pelo prestígio, necessidade de concentrar poderes e, claro, dificuldade em controlar que não coaduna com a conduta duvidosa de alguns.

Viagens

Sem controle sobre atitudes escandalosas, ficou mais fácil decidir por viajar do que tentar colocar ordem na casa, que segue sob tentativas de reparos.

Celeridade

Vai ficar difícil tentar desacelerar o ritmo de trabalho de quem esperava uma oportunidade para fazer as coisas andarem. Em pouco tempo, são tantos os atos que não dá tempo nem de pegar no telefone para tentar barrar o serviço.

Categoria

Reclamação por reajuste justificada por discurso de defasagem e, ao mesmo tempo, bancada para que outros se exponham ao sol ficou feia para categoria. Há quem diga que atendimento não ficou mais lento, só está do mesmo jeito.

Atrasados

Marcada para começar às 9h, as sessões ordinárias na Câmara Municipal têm início depois das 10h nos últimos dias. Isso porque os vereadores se reúnem na presidência da Casa para debater previamente as questões que serão pautadas no parlamento, fato que tem feito com que os as sessões acabem após às 13h. Questionado sobre o atraso, um legislador ficou visivelmente irritado.

Procura-se

A Justiça não conseguiu notificar ex-diretor de empresa investigada em ação sobre o Aquário do Pantanal. Ao ser procurado no interior de São Paulo, o oficial de justiça foi informado de que no referido endereço não mora ninguém há cerca de um ano e meio.

Telefone sem fio

Coronel Davi (PSC) repassou, na semana passada, dados de que técnicos do governo iriam ao Rio de Janeiro nesta quarta-feira (28) para tratar sobre o prolongamento da dívida do Estado com o BNDES. Informação foi creditada ao secretário de Governo, Eduardo Riedel, porém não houve confirmação por parte do governo. “Fato de dizer não quer dizer que estava marcado”.

Jornal Midiamax