O diretório municipal do PT (Partido dos Trabalhadores) de Paranhos perdeu o direito aos recursos do Fundo Partidário. Isso porque o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) julgou as contas como não prestadas.

A decisão consta no DJEMS (Diário da Justiça Eleitoral de Mato Grosso do Sul) desta quinta-feira (20). O juiz eleitoral Diogo de Freitas assina a sentença.

Conforme a publicação, não houve apresentação da prestação de contas do PT de Paranhos. Assim, o sistema eleitoral autuou automaticamente a legenda, com declaração de inadimplência.

O Ministério Público Eleitoral “emitiu parecer pela não prestação das contas”. Por fim, ficou “proibido o recebimento de recursos oriundos do fundo partidário e do fundo especial de financiamento de campanha, enquanto não regularizada a situação do partido político”.