Ainda nesta segunda-feira (18), após cumprir agenda de visita à central CadÚnico em Campo Grande e de sanção da Lei do Pantanal, a ministra Marina Silva deve se reunir no período da tarde com filiados ao partido Rede Sustentabilidade.

Além de políticos filiados ao partido, também participa do encontro a advogada e ativista da causa indígena Tatiana Ujacow. Na ocasião, serão tratados assuntos internos do partido.

No encontro, devem ser debatidos assuntos para o próximo ano do partido.

Visita em Campo Grande

Na manhã desta segunda-feira (18), comitiva do Governo Federal visita a central do CadÚnico, na SAS (Secretaria de Assistência Social) de Campo Grande, na Rua dos Barbosas. Os ministros seguiram depois para o Bioparque do Pantanal, para sanção da Lei do Pantanal.

Três ministros estiveram na central, O ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias, a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, e a ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet.

Também participaram da visita o governador Eduardo Riedel (PSDB) e a prefeita Adriane Lopes (PP), além da senadora Soraya Thronicke (Podemos), os deputados federais Geraldo Resende (PSDB) e Camila Jara (PSDB) e Tiago Botelho, superintendente do Patrimônio da União no Mato Grosso do Sul

O CadÚnico é um instrumento coordenado pelo Ministério da Cidadania, para identificar e caracterizar as famílias brasileiras de baixa renda, sendo também pré-requisito para participação em mais de 30 programas e serviços disponibilizados.

Às 10h, as autoridades deram início à Cerimônia de Apresentação e Assinatura de Programas na Área Social. Às 11h ao Ato de Sanção da Lei do Pantanal. Os eventos acontecem no Bioparque Pantanal.

A Lei do Pantanal foi redigida e aprovada após série de reportagens do Midiamax destacar a falta no cuidado e fiscalização na região. Vários hectares desmatados irregularmente viraram alvos de inquérito após as denúncias.