Membros do Tribunal Pleno do (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) definiram o novo desembargador do Estado. Nesta quarta-feira (22), o juiz substituto em 2º grau Fernando Paes de Campos foi promovido para o cargo.

Ele ocupa a cadeira que pertencia a Dileta Terezinha Souza Thomaz. A quinta mulher a ocupar o cargo em MS, Dileta se aposentou em outubro após completar 75 anos.

O novo desembargador foi definido por votação, com critério de merecimento. Nascido em Ponta Grossa, no Paraná, Campos é formado em pela São Francisco de Assis.

Campos afirmou que trabalhará de portas abertas e pretende atender todos os advogados que desejarem falar com ele. “Podem esperar alguém que vai se preocupar com cada processo, alguém que dará o melhor de si para distribuir justiça. Na verdade, podem esperar o que é esperado de todos os integrantes desta Corte”, disse.

Assim, explicou ainda que está vivendo o ápice da carreira. “O ápice é olhar para trás e perceber ter realizado o propósito de quando prestou o concurso. O cargo de desembargador é o mais alto da carreira, mas o objetivo do juiz não é apenas progredir de cargo em cargo”, pontuou.

Por fim, justificou que “o cargo de desembargador é o mais elevado da carreira, mas segue sendo apenas mais uma etapa na vida do juiz, na qual o sucesso também dependerá de sacrifícios e escolhas”.

Carreira

Campos ingressou na magistratura de MS em fevereiro de 1994, em dezembro daquele ano ele foi promovido para o cargo de juiz de primeira instância na comarca de Anaurilândia.

Já em novembro de 1197 ele recebeu nova promoção e foi para como juiz de segunda entrância. Após isso, foi removido para em outubro de 2020.

Foi em novembro de 2021 que foi para o cargo de auxiliar em Campo Grande, na comarca de entrância especial. Ele permaneceu até ser promovido a juiz substituto de 2º grau.