O ex-governador André Puccinelli (MDB), 75, anunciou que é pré-candidato à prefeitura de Campo Grande e que pode ter apoio do PL e União Brasil para as eleições de 2024.

Ao Jornal Midiamax, Puccinelli não limitou as possibilidades e disse que pode sentar para conversar com todos os partidos, até mesmo o PT, com o qual já travou diversos embates em pleitos anteriores. “Nas quatro disputas que tive, sempre me consagrei com o PT, sempre ganhei. É impossível uma composição com o PT? Não, mas é muito improvável”, citou.

Puccinelli destacou, ainda, que Mato Grosso do Sul e Campo Grande possuem forte eleitorado bolsonarista e, por isso, deve ser mais provável aliança com partidos de direita. “Mais provável com o PL, União Brasil, PP”, destacou.

Médico, André Puccinelli foi secretário estadual de saúde entre 1983 e 1985. Depois, foi eleito para exercer o cargo de deputado estadual – por dois mandatos -, passou para deputado federal entre 95 e 96 e foi eleito prefeito de Campo Grande, ainda em 96. Chegou a ser reeleito em 2000 e, em 2006, foi eleito para o primeiro mandato como governador. Foi reeleito e exerceu o cargo até 2015.

Na eleição passada, tentou voltar ao cargo de governador, mas encerrou a corrida na terceira colocação, ainda no 1º turno, com 17,18% dos votos válidos (247.093).