Política

Sindicato pede que vereador de Campo Grande seja educado com enfermeiros

Em nota, os representantes da classe de enfermagem pediram respeito ao trabalho

Dândara Genelhú Publicado em 06/01/2022, às 15h28

O sindicato pede que o vereador continue com o trabalho 'de forma cordial'.
O sindicato pede que o vereador continue com o trabalho 'de forma cordial'. - Foto: Ilustrativa.

O Sinte (Sindicato dos Trabalhadores Públicos em Enfermagem) de Campo Grande pediu mais respeito com os profissionais da área. Em nota encaminhada à Câmara Municipal, os representantes da classe solicitaram que um dos vereadores seja educado com os enfermeiros da Capital.

No documento, os profissionais relatam que é desde “o dia primeiro deste ano de 2022 que o serviço público de saúde municipal vem sendo alvo de investidas de membro deste parlamento local”. Eles reconhecem o poder das fiscalizações para melhorias do sistema público de saúde.

No entanto, destacam que um vereador da Capital tem visitado as unidades de saúde e “tratado de forma hostil e desrespeitosa toda a equipe de saúde”. Sem citar nomes, o Sinte disse que o vereador “busca as redes sociais para denegrir imagem de trabalhadores, reputando-os, sem base em qualquer indício, como 'maus profissionais'”.

O sindicato defendeu que os trabalhadores “não são nem de longe culpados pelo baixo investimento e o sucateamento da saúde pública no país da emenda constitucional do teto de gastos”. Assim, pedem para que a Câmara adote providências em relação ao vereador.

Justificando que a ação é “para que o mesmo continue com o seu trabalho, mas o faça de forma cordial, urbana e em respeito aos trabalhadores e usuários os quais carecem de paz para trabalhar”.

Jornal Midiamax