Após o assassinato do prefeito de Pedro Juan Caballero, José Carlos Acevedo, a cidade que faz fronteira com Ponta Porã no Mato Grosso do Sul, terá novas eleições em 30 de outubro. A data já foi marcada pelo TSJE (Superior Tribunal de Justiça Eleitoral) do Paraguai.

A resolução publicada TSJE convoca todos moradores de Pedro Juan Caballero,  que estão aptos a votar, no Departamento de Amambay. Segundo o documento, primeiro deve acontecer as eleições internas na cidade ocorrerão no domingo, 18 de setembro, das 07h00 às 16h00.

Em seguida é vez do eleitores escolher  seu novo prefeito municipal , em substituição a José Carlos Acevedo, que foi baleado por pistoleiros sair de uma reunião na sede da prefeitura. A execução aconteceu durante o dia, enquanto conversa com um jornalista. Atualmente a cidade é administrada interinamente pela cunhada, de Acevedo, Mahiba Carolina Yunis de Acevedo, 45 anos.

O calendário eleitoral para as eleições em Pedro Juan Caballero estabelece que até sexta-feira, 15 de julho, será o período de reconhecimento de movimentos e partidos; Até quarta-feira, 20 de julho, será para alianças e acordos eleitorais, enquanto até 22 de julho será possível a apresentação de locais de votação para os internos.

O prazo para o reconhecimento das movimentações internas pela Justiça Eleitoral das nucleações políticas será 25 de julho. No dia seguinte, o TSJE será informado das movimentações internas reconhecidas, que deverão ser confirmadas pela Justiça Eleitoral até 27 de julho.