Política

Após fusão, Trutis diz que não permanece no União Brasil e busca novo partido

Loester Trutis espera a fusão do DEM com o PSL ou a janela partidária para mudar de legenda

Renata Volpe Publicado em 07/01/2022, às 11h25

Deputado federal, Loester Trutis
Deputado federal, Loester Trutis - Acervo Câmara dos Deputados

O deputado federal Loester Trutis anunciou que não fica no União Brasil, partido formado com a fusão entre DEM e PSL e deve se filiar a outra legenda para ser pré-candidato ao Governo de Mato Grosso do Sul.

Trutis é filiado ao PSL, legenda em que foi eleito nas eleições de 2018 e que se fundiu com o DEM. A homologação do novo partido deve ser feita este ano e falta apenas a confirmação do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Ao Jornal Midiamax, ele afirmou que deixa o partido na janela partidária ou na homologação. “Estou apenas aguardando a homologação da fusão que dará esse direito ou a janela. O que vier primeiro, concretiza minha saída”.

Questionado sobre os motivos que o fizeram decidir pela saída da legenda, ele disse que um deles é a falta de apoio ao presidente da República, Jair Bolsonaro (PL). “Vários [motivos]. Os principais são o não apoio ao presidente Bolsonaro pela cúpula nacional, o fato de não concordar com a política sobre fundo partidário e eleitoral”, elencou.

Trutis disse ter recebido convite de três partidos pequenos para disputar o governo estadual e também do PL. “Três pequenos me convidaram para disputar o governo e o PL como federal. No final de janeiro, sentarei com o presidente para definir”.

Jornal Midiamax