Política

Vereador de Guia Lopes é acusado de agredir moradores e vendedora entra com pedido de cassação

O ambiente político ficou tumultuado nesta terça-feira na Câmara de Vereadores de Guia Lopes da Laguna. Depois de serem agredidos pelo presidente do Legislativo, vereador Assis Fabrício Barbosa Júnior (PSDB),  durante discussão através das redes sociais, os moradores estiveram na Casa de Leis para pedir providências. Para conter os ânimos e evitar consequências mais graves […]

Marcos Morandi Publicado em 24/03/2021, às 09h09 - Atualizado às 09h57

Presidente da Câma de Guia LOpes, ao centro. (Foto: Reprodução)
Presidente da Câma de Guia LOpes, ao centro. (Foto: Reprodução) - Presidente da Câma de Guia LOpes, ao centro. (Foto: Reprodução)

O ambiente político ficou tumultuado nesta terça-feira na Câmara de Vereadores de Guia Lopes da Laguna. Depois de serem agredidos pelo presidente do Legislativo, vereador Assis Fabrício Barbosa Júnior (PSDB),  durante discussão através das redes sociais, os moradores estiveram na Casa de Leis para pedir providências.

Para conter os ânimos e evitar consequências mais graves diante da revolta de populares, a Polícia Militar da cidade foi acionada e esteve no local. Ofendida diante das agressões do vereador tucano, uma vendedora entrou com pedido de cassação do mandato de Assis Fabrício.

Durante pronunciamento, o presidente da Câmara de Guia Lopes da Laguna afirmou, segundo informações do Sudoeste MS News, que “vem sendo achincalhado e por estar no seu limite emocinal, acabou publicando os áudios”.

Uma fonte que acompanhou as manifestações e que também é advogado,  relatou ao Midiamax que o parlamentar usou palavras de baixo nível e que sua atitude também pode ser enquadrada como crime de discriminação e também como crime contra a honra.

A reportagem do Midiamax entrou em contato com o presidente da Câmara e também com sua assessoria, mas até o momento ninguém se manifestou.

Jornal Midiamax