Política

STF autoriza PF a colher depoimento presencial de Bolsonaro em 30 dias

Inquérito apura declarações do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro sobre uma suposta tentativa de interferência política do presidente na PF

Marcelo Nantes Publicado em 07/10/2021, às 18h35

STF autoriza Polícia Federal colher depoimento do presidente Jair Bolsonaro
STF autoriza Polícia Federal colher depoimento do presidente Jair Bolsonaro - Agência Brasil

O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), autorizou a Polícia Federal a colher o depoimento do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). O depoimento deve ocorrer em, no máximo, 30 dias e foi motivado pelo Inquérito 4831, que apura declarações do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro sobre uma suposta tentativa de interferência política do presidente na PF.

O depoimento será presencial, e o presidente terá a prerrogativa de ajustar local, dia e hora em que será ouvido, conforme previsto no Código de Processo Penal. Depois de Bolsonaro informar seu interesse em comparecer pessoalmente para depor, o relator concluiu que não há mais interesse em prosseguir o julgamento no Plenário.

Jornal Midiamax