Política

Próximos ou ainda longe na fila, vereadores de Campo Grande defendem vacina e comentam sobre espera

São 29 vereadores na Câmara Municipal pelo menos 7 tomaram a vacina contra coronavírus

Mayara Bueno Publicado em 02/05/2021, às 10h50 - Atualizado às 10h51

Vereadores durante sessão extraordinária, no começo de 2021, para aprovação de compra de vacina contra covid
Vereadores durante sessão extraordinária, no começo de 2021, para aprovação de compra de vacina contra covid - (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax, Arquivo)

Com a maioria entre 50 e 59 anos, vereadores de Campo Grande estão prestes a se vacinar contra Covid-19, se levar em consideração a faixa etária estabelecida pelo Plano Nacional de Imunização Dos 29, pelo menos sete já se imunizaram, enquanto outros, estão bem mais distantes na lista de prioridades, segundo o ritmo atual de imunização.

Ex-presidente da Casa de Leis, vereador João Rocha (PSDB), já tomou pela idade, 63 anos. “Entendo que só venceremos essa pandemia tomando a vacina e respeitando a ciência”. “Já tomei até a segunda”, disse Valdir Gomes (PSD), que tem 68. Médico e com 62 anos, Dr. Jamal (PSD) também tomou as duas doses.

Professor André (Rede) tem 58 anos e está no time dos que vão tomar a vacina nos próximos dias. “Estou de aniversário na sexta-feira (30), 59 anos, devo vacinar amanhã no dia do meu aniversário, será um grande presente”, comemorou Edu Miranda.

Trabalhando na saúde, o vereador Zé da Farmácia poderia ter tomado a primeira parte, mas preferiu aguardar a sua vez pela idade. “Algumas pessoas iriam me ver como vereador e iriam falar que eu estava furando fila. Eu preferi abrir mão, estou com 51, acredito que logo chegue. Sou paciente, estou me cuidando, e vou esperar minha vez pela idade”.

Professor Riverton tem 41 anos, mas foi imunizado com a primeira dose por ser profissional de Educação Física. “Assim como eu, espero que em breve toda a população possa ser vacinada e sigo lutando pela inclusão dos profissionais da Educação nas próximas etapas prioritárias da imunização”.

Aos 54 anos, o vereador Coronel Alírio Vilassanti (PSL), não se vacinou na vez de servidores da segurança pública, pois já está aposentado da atividade, mas vai vacinar quando chegar seu público. Marcos Tabosa, Coringa, João César Mattogrosso, Otávio Trad, com idades entre 35 e 43 anos vão tomar.

“Acho que vai demorar um pouco minha vez, mas com certeza vou estar lá quando chegar minha hora”, afirmou Papy, que tem 34 anos. Na espera ainda maior, Tiago Vargas, 32 anos, diz que tomará o imunizante e incentiva a população a fazer o mesmo. “Farei questão de tomar, tenho plena convicção de que vai ajudar a combater este mal que tem assolado a população”. A mais nova entre os parlamentares com 25 anos, Camila Jara também confirma que vai passar pela vacina, embora ainda não haja previsão de quando.

Dr. Sandro Benites é médico e por isso já passou pela vacinação. “Já tive Covid com IGG positivo, mesmo assim tomei vacina da Oxford e tomarei a segunda dose”. Da área da saúde e que também já teriam direito à imunização, estão Dr. Victor Rocha (PP) e Loester (MDB).

Jornal Midiamax