Política

Projeto pede pagamento de R$ 300 para famílias em vulnerabilidade em Campo Grande

Pagamento R$ 300, durante três meses, para 32 mil famílias

Diego Alves Publicado em 03/05/2021, às 22h08

Reunião na Câmara (assessoria)
Reunião na Câmara (assessoria)

Entidades assinaram carta em apoio a criação da Renda Básica Emergencial na Câmara Municipal de Campo Grande a convite da vereadora Camila Jara (PT), autora do projeto, na tarde desta segunda-feira (03). O projeto determina o pagamento R$ 300, durante três meses, para 32 mil famílias de Campo Grande em situação de vulnerabilidade devido à pandemia.

“Estamos aqui hoje por, no mínimo, 32 mil famílias que estão abandonadas. A situação é tão grave que o STF recomendou que o Governo instaure a Renda Básica em 2022. A situação é tão séria que o Governo do Estado lançou um programa para atender as famílias. Porque não dá mais pra gente aceitar que as pessoas passem fome na nossa cidade. Não dá mais pra aceitar que as pessoas acordem sem saber se vão ter o que comer”, afirmou Camila em seu discurso de abertura.

“Oferecer um auxílio a essas famílias não é uma caridade, não é um ato de bondade do Governo. É preciso que nosso povo entenda que a assistência social é um dever do estado e é um direito das pessoas. As pessoas têm que exigir esse direito e não podem ser humilhadas para recebê-lo”, disse o deputado estadual Pedro Kemp (PT), que participou da reunião.

Após protocolar o projeto de lei que autoriza a prefeitura a instituir a Renda Básica Emergencial de R$ 300 por três meses para cerca de 32 mil famílias em Campo Grande, Camila Jara se encontrou com o prefeito Marquinhos Trad (PSD) que demonstrou apoio ao projeto.

“Com a assinatura da carta, a gente espera que o prefeito entenda que quem tem fome tem pressa, não basta sinalizar apoio ao projeto, é necessário executar. Nós vamos continuar nessa luta até aprovar o projeto e que as pessoas que mais precisam sejam atendidas e tenham o que comer”, disse.

Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais da Educação Pública - ACP

Associação de Mães e Mulheres do Assentamento Estrela de Campo Grande MS

Associação dos Docentes da UEMS

ADUEMS Associação dos Docentes da UFMS

ADUFMS ARTJOVEM LGBT - MS

Associação dos Novos Advogados - ANA/MS PDT / MS

Central Única das Favelas (CUFA-MS)

Conselho de Psicologia de Serviço Social

Deputado Estadual Pedro Kemp – PT

Deputado Federal Vander Loubet - PT

Deputado Federal Dagoberto Nogueira - PDT

Deputado Federal Beto Pereira - PSDB

Diretório Regional do PT/MS

Diretório Municipal do PT

Federação da Agricultura Familiar e Empreendedores Rurais / MS

Frente Fora Bolsonaro MS

Federação dos Trabalhadores da Indústria de Alimentação do MS

Fórum Estadual em Defesa do Auxílio Emergencial

Frente Estadual de Defesa da Assistência Social

Setorial de mulheres do PT

Fundação Leonel Brizola Alberto Pasqualim

Juristas pela Democracia

Grupo de Trabalho Estudo Zumbi (Movimento TEZ)

Liga Camponeses e Urbanos do Brasil

Movimento Acredito - MS

Movimento Negro Estadual PDT/MS

Movimento Sem Terra - MST

Movimento Camponês da Luta Pela Reforma Agrária (MCLRA)

Movimento Negro Unificado (MNU- Campo Grande)

PDT Campo Grande

PDT Diversidade Campo Grande

PDT Diversidade Estadual MS

SINDETRAN/MS

SINDMASSA/MS

Presidente da Federação dos Trabalhadores das Indústrias do MS (FETIEMS)

Presidente do PSOL CG

Presidente do Sindicato das Assistentes Sociais do MS

Projeto - Que Cidadão Eu Quero Ser ?

Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Carnes e Derivados - CG

Sindicato dos Jornalistas do MS

SINTECT-MS

SINTSEP

Vereador Ayrton Araújo - PT

Vereador Carlão - PSB

Jornal Midiamax