Política

Projeto de lei quer priorizar pacientes com sequelas da Covid-19 nos atendimentos em unidades de saúde

Ideia é estabelecer laudo indicando que pessoas têm sequelas graves da doença

Mayara Bueno Publicado em 10/05/2021, às 11h19

Vereadores durante sessão na Câmara Municipal de Campo Grande
Vereadores durante sessão na Câmara Municipal de Campo Grande - (Foto: Reprodução/Facebook)

Projeto de lei quer prioridade para pacientes com sequelas graves causadas pela Covid-19, em hospitais e unidades públicas e privadas de Campo Grande. A medida foi apresentada na Câmara Municipal pelo vereador Professor Juari (PSDB).

Segundo o texto, um laudo de um ano deverá ser expedido para os pacientes, para que consigam o benefício. Se aprovado o projeto, caberá à Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) definir o rol de enfermidades consideradas como sequelas de grau grave.

Na justificativa, o vereador cita que o 'desafio da humanidad é lidar com as causas e efeitos deixados pela propagação do vírus da Covid-19, sendo assunto de enorme discussão e relevância técnica, que se desdobra em todas às áreas das relações humanas existtens, demandando cuidado apurado'.

O texto leva em consideração pessoas que passaram pela doença, após tratamento, 'muitas vezes doloroso, sem condições físicas ou psicológicas para enfrentarem a rotina', como enfrentar filas, aguardar atendimentos por muito tempo e lidar com os impactos dos sintomas de longa duração.

Jornal Midiamax