Política

Post de deputado sobre tratamento precoce da Covid-19 é banido do Facebook

O deputado estadual Capitão Contar (PSL) alegou ter tido o post banido do Facebook por defender o tratamento precoce no combate à Covid-19, com hidroxicloroquina. A postagem sobre o assunto não está mais na linha do tempo do parlamentar. Contar postou nas redes sociais informando o que ocorreu com o aplicativo e ainda fez uma […]

Renata Volpe Publicado em 22/03/2021, às 08h08 - Atualizado às 08h13

Deputado estadual, Capitão Contar. (Divulgação)
Deputado estadual, Capitão Contar. (Divulgação) - Deputado estadual, Capitão Contar. (Divulgação)

O deputado estadual Capitão Contar (PSL) alegou ter tido o post banido do Facebook por defender o tratamento precoce no combate à Covid-19, com hidroxicloroquina. A postagem sobre o assunto não está mais na linha do tempo do parlamentar.

Post de deputado sobre tratamento precoce da Covid-19 é banido do FacebookContar postou nas redes sociais informando o que ocorreu com o aplicativo e ainda fez uma crítica. “Se tivesse defendido aborto, maconha, comunismo e outros males, isso não teria acontecido. São tempos estranhos”.

Ainda segundo a postagem do parlamentar, o que aconteceu é ‘combustível para continuar lutando’. Ele terminou a postagem escrevendo: “Brasil acima de tudo!” e a hashtag #FechadoscomBolsonaro.

Ao Jornal Midiamax, Capitão Contar afirmou que a punição do Facebook aconteceu no último sábado (20). “O mesmo aconteceu com a deputada federal Carla Zambelli e a deputada estadual de São Paulo, Janaina Paschoal”.

O Facebook tem removido e banido usuários no país por postagem sobre o uso de hidroxicloroquina, ivermectina, zinco e vitamina D para tratamento precoce no combate ao coronavírus. A rede social alega não permitir a publicação de informações falsas que podem causar danos físicos. 

De acordo com a Anvisa, não há medicamentos aprovados para prevenção ou tratamento da Covid-19.

Jornal Midiamax