Política

Para Kemp, nota de Bolsonaro sobre Poderes foi 'verdadeiro vexame'

Na avaliação do parlamentar, presidente recuou porque estava perdendo apoio da base

Renata Volpe Publicado em 10/09/2021, às 10h41

Deputado Pedro Kemp (PT) disse que carta à Nação foi verdadeiro vexame para um presidente da República
Deputado Pedro Kemp (PT) disse que carta à Nação foi verdadeiro vexame para um presidente da República - Reprodução

A carta do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) à Nação, divulgada na última quinta-feira (9), foi um verdadeiro vexame, conforme a avaliação do deputado estadual de Mato Grosso do Sul, Pedro Kemp (PT). 

Kemp se refere ao recuo do presidente, após ameaçar descumprir ordens do STF e incitar seus apoiadores contra os ministros da corte no último 7 de setembro — dia em que foi comemorado a Independência do Brasil. 

Segundo o parlamentar, o presidente sempre agiu dessa forma. “Primeiro, ele cria uma crise, depois, fala que não foi bem assim que quis dizer. É seu estilo, e o faz para desviar o foco dos problemas do seu governo, da sua incapacidade para governar e da falta de políticas para enfrentar a crise”. 

Ainda na avaliação do deputado, Bolsonaro só divulgou a carta, pois percebeu que estava perdendo apoio entre os partidos de sua base e que estava crescendo a possibilidade de um impeachment. “Seu recuo foi um verdadeiro vexame para um presidente da República. Está totalmente desmoralizado”.

O manifesto publicado no site do Planalto e no Diário Oficial da União, tem 10 pontos e dentre eles, Bolsonaro diz que não tinha a "intenção de agredir quaisquer dos Poderes". O presidente afirma ainda que suas palavras se decorreram “do calor do momento e dos embates que sempre visaram o bem comum”.

Jornal Midiamax