Política

Oposição quer investigar prefeita de Água Clara por manter funcionária fantasma

Gerolina Alves diz que trabalhadora exerce atividades em horário diferente

Adriel Mattos Publicado em 17/05/2021, às 19h14

None
Foto: Reprodução/Facebook

Água Clara vive um embate entre a prefeita Gerolina Alves (PSD) e o vereador Alfredo Alexandrino (PSB). O motivo é que Alexandrino alega que Gerolina contratou uma servidora comissionada, Nilza Candida Lopo, para trabalhar na casa dela.

A mulher estaria lotada na Secretaria Municipal de Assistência Social, mas seria empregada doméstica da prefeita. Em vídeo publicado nas redes sociais, o vereador sustenta que a funcionária não assina folha de ponto.

A contratação foi publicada no Diário Oficial do município e a servidora tem salário de R$ 1,1 mil. No material, Alexandrino mostra a mulher entrando na casa da prefeita, e Gerolina saindo na sequência. O parlamentar ainda denuncia outras supostas irregularidades na gestão municipal, como nomeações na pasta de Esportes e falta de médicos.

O Jornal Midiamax não conseguiu contato com a prefeita Gerolina Alves e com Alfredo Alexandrino. Em sua página na rede social Facebook, ela rebateu as alegações de Alexandrino.

“Desde o início da nossa administração, tem um vereador nos atacando. Ele não quer ajudar a população. Acho que ele está inconformado que o candidato a prefeito dele perdeu. Essa funcionária trabalha comigo desde agosto do ano passado, eu pago com meu dinheiro”, afirma.

Gerolina confirma que Nilza é nomeada da prefeitura, mas exerce suas funções após o expediente em sua casa. “Ela trabalha de manhã, na prefeitura de meio-dia às 18h. Os funcionários da limpeza fazem seis horas, eles têm liberdade para trabalhar onde quiser no contraturno. Isso não é ilegal”, afirmou.

Nilza declarou na mesma publicação da prefeita que se sente difamada. “Fiquei com muita vergonha, porque eu sou muito trabalhadora. Eu sou uma mulher digna, honesta, honro meu nome porque tenho família para dar bom exemplo. Por que não me filmou passando pano no chão do Cras [Centro de Referência de Assistência Social]? Só fez isso para ganhar fama nas minhas costas”, afirmou, emocionada.

Jornal Midiamax