Política

Internado em SP, deputado paraguaio morre em decorrência de problemas no fígado

Parlamentar era considerado polêmico e, em 2013, enfrentou um pedido de expulsão do PLRA

Marcos Morandi Publicado em 31/07/2021, às 08h31

Salustiano fazia tratamentos contra problema hepático no Hospital Sírio Libanês
Salustiano fazia tratamentos contra problema hepático no Hospital Sírio Libanês - ABC Color/Arquivo

O deputado pelo PLRA (Partido Liberal Radical), Salustiano Salinas Montanía, faleceu nesta sexta-feira (30) no Brasil. Ele estava internado Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, onde fazia tratamento contra uma doença no fígado.

A notícia da morte de Salustiano repercutiu nas redes sociais paraguaias e também entre a classe política. Um dos primeiros foi o deputado Rocio Vallejo. “Outro colega, uma grande pessoa, Salustiano Salinas, nos deixa”, comentou o parlamentar, que pediu apoio à família do político.

Salinas foi líder da bancada "A" do Partido Liberal na Câmara dos Deputados e candidato a prefeito do município de Itauguá. Em 2013, o tribunal de conduta do PLRA requereu a expulsão do "Tio Salu" das fileiras do partido por nepotismo, prática proibida no partido.

Jornal Midiamax