Política

Ex-candidato a vereador retorna ao cargo de diretor na Fundesporte

Thiago de Freitas Santos foi o candidato ao Senado mais jovem de MS em 2018

Renata Volpe Publicado em 10/05/2021, às 10h21

Thiago de Freitas Santos disputou ao Senado em 2018 e a vereador, no ano passado
Thiago de Freitas Santos disputou ao Senado em 2018 e a vereador, no ano passado - Arquivo, Midiamax

Após ser exonerado para disputar as eleições para vereador em Campo Grande no ano passado, o ex-candidato mais jovem a Senado em 2018, Thiago de Freitas Santos, retornou ao cargo de Direção Especial e Assessoramento, na  Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul).

Thiago foi exonerado do cargo em agosto do ano passado, para disputar as eleições municipais de Campo Grande, para o cargo de vereador pelo Podemos. Quando disputou o Senado, estava no PPL.

Ele não foi eleito. Com isso, ele retorna ao cargo de direção na Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul) com símbolo DCA-5. No ano passado, antes de disputar a eleição, ele tinha salário de R$ 6,5 mil.

Jornal Midiamax