Política

Em Sidrolândia, candidata a vice e marido testam positivo para Covid-19

A candidata a vice-prefeita de Sidrolândia, Rosi Fiúza (MDB), e o marido, o ex-prefeito Daltro Fiúza (MDB) foram diagnosticados com a Covid-19. Rosi é a terceira candidata a contrair a doença causada pelo novo coronavírus. “Estamos seguindo todas as orientações médicas e logo logo nossa saúde estará restabelecida”, escreveu Daltro na rede social Facebook no […]

Adriel Mattos Publicado em 22/03/2021, às 16h17 - Atualizado às 16h19

Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook - Foto: Reprodução/Facebook

A candidata a vice-prefeita de Sidrolândia, Rosi Fiúza (MDB), e o marido, o ex-prefeito Daltro Fiúza (MDB) foram diagnosticados com a Covid-19. Rosi é a terceira candidata a contrair a doença causada pelo novo coronavírus.

“Estamos seguindo todas as orientações médicas e logo logo nossa saúde estará restabelecida”, escreveu Daltro na rede social Facebook no domingo (21). O emedebista havia tomado a primeira dose de vacina contra a doença no último dia 11.

A campanha está suspensa devido à pandemia. A chapa adversária, de Enelvo Felini (PSDB) e Moacyr do Vacaria (Patriota), também testou positivo e segue em isolamento.

Eleição suplementar é resultado da impugnação de candidato mais votado

A eleição suplementar em Sidrolândia é resultado da impugnação da candidatura de Daltro Fiúza, o mais votado em novembro de 2020. Ele havia sido condenado pelo TCU (Tribunal de Contas da União), TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul) e TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) no período em que administrou o município, entre 2005 e 2012.

Sem a posse do prefeito, a cidade vem sendo administrada pela presidente da Câmara Municipal, Vanda Camilo (PP). Ela é candidata a prefeita em chapa ao lado de Rosi Fiúza.

Jornal Midiamax