Política

Disputa na CCJR da Assembleia deve ficar entre Evander e Eduardo Rocha

Rinaldo Modesto, Gerson Claro e Barbosinha não vão concorrer à presidência do colegiado

Adriel Mattos Publicado em 22/02/2021, às 10h38 - Atualizado às 18h07

Rocha (à esquerda) e Evander ainda estão na disputa, mas apenas um permanecerá até quarta. (Foto: Arquivo, Alems)
Rocha (à esquerda) e Evander ainda estão na disputa, mas apenas um permanecerá até quarta. (Foto: Arquivo, Alems) - Rocha (à esquerda) e Evander ainda estão na disputa, mas apenas um permanecerá até quarta. (Foto: Arquivo, Alems)

A eleição do novo presidente da CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação) da Alems (Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso do Sul), marcada para quarta-feira (24), está entre dois nomes. Evander Vendramini (PP) e Eduardo Rocha (MDB) devem ser os candidatos.

O Jornal Midiamax apurou que uma reunião prévia deve definir um nome de consenso, na terça-feira (23). Dessa forma, o objetivo é eleger rapidamente o novo presidente e agilizar a tramitação de projetos apresentados neste mês.

Líder do PSDB, o deputado estadual Rinaldo Modesto declinou da disputa, assim como Gerson Claro (PP). Novo membro da comissão, Barbosinha (DEM) também não pretende concorrer.

“Tem nomes se apresentando e estou observando. Não vou disputar, mas amanhã resolvemos isso para chegarmos na quarta-feira em um consenso”, disse o democrata.

Atual presidente da CCJR, Lídio Lopes (Patriota) não foi reconduzido. Ele cogitou deixar o G9, liderado por Marcio Fernandes (MDB), mas sem encontrar respaldo no G10 de Londres Machado (PSD), permaneceu no mesmo grupo.

Jornal Midiamax