Política

Deputados de MS participam da filiação de Bolsonaro ao PL em Brasília

Cerimônia será transmitida pelo YouTube, a partir das 10h desta terça-feira (30)

Renata Volpe Publicado em 30/11/2021, às 08h08

Deputados de MS acompanham em Brasília filiação de Bolsonaro ao PL
Deputados de MS acompanham em Brasília filiação de Bolsonaro ao PL - Arquivo, Midiamax

A filiação do presidente da República Jair Bolsonaro ao PL está marcada para acontecer a partir das 10h desta terça-feira (30), em Brasília. O evento conta com a presença dos deputados estaduais de Mato Grosso do Sul, Capitão Contar (PSL) e João Henrique Catan (PL).

Bolsonaro se filia ao Partido Liberal dois anos após ter deixado o PSL. A cerimônia será transmitida em live pelo YouTube, a partir das imagens captadas no auditório do complexo Brasil 21.

Ao Jornal Midiamax, Contar afirmou que a cerimônia será muito prestigiada. “Tem gente de todos os cantos do país”. A presença de João Henrique na cerimônia foi confirmada pela assessoria de imprensa do parlamentar. Segundo ele, a ida até Brasília é na condição de dirigente partidário e parlamentar. “A expectativa é de aumento da bancada do PL, tanto na Assembleia de MS como na Câmara Federal. Um projeto do governo ao PL e o partido começa a tomar centro de algumas das decisões importantes a nível Brasil”. 

Coronel David (sem partido) amigo de Bolsonaro, não foi a Brasília e vai acompanhar a filiação remotamente. “Minha esposa passou por uma cirurgia e preciso ficar com ela. Irei a Brasília em breve falar com o presidente e definir o meu destino”.

Outras filiações

Além do presidente da República, o senador Flávio Bolsonaro (RJ) também vai assinar sua filiação ao PL na mesma cerimônia, segundo informações da Gazeta do Povo. O parlamentar está filiado ao Patriota há cerca de seis meses, quando tentou acertar a entrada do pai na legenda, o que acabou não se concretizando.

Ministros também devem marcar presença na cerimônia, como a ministra Damares Alves (Mulher e dos Direitos Humanos); Tereza Cristina (Agricultura); Tarcísio Freitas (Infraestrutura). O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e demais parlamentares do Centrão também são esperados para a cerimônia.

Outro nome que pretende entrar no PL na mesma cerimônia é o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. O chefe da pasta planeja disputar uma cadeira no Senado pelo estado do Rio Grande do Norte, onde disputa espaço com o ministro das Comunicações, Fábio Faria, que deve deixar o PSD para se filiar ao PP.

Jornal Midiamax