Política

Deputados aprovam moção de pesar para vereador executado na fronteira de MS

Parlamentares pediram união dos governos para solução do caso

Dândara Genelhú Publicado em 13/10/2021, às 10h29

Vereador foi assassinado na última sexta-feira (8).
Vereador foi assassinado na última sexta-feira (8). - Foto: Reprodução.

Nesta quarta-feira (13), deputados estaduais aprovaram uma moção de pesar para o vereador Farid Afif (integrante do então partido DEM, que se transformou no União Brasil). O político foi executado a tiros no Centro de Ponta Porã, cidade a 298 quilômetros de Campo Grande, no final da última sexta-feira (8).

Proposta por Neno Razuk (PTB), a moção deve ser assinada por todos os deputados da Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul). “Foi um grande representante e infelizmente teve a vida ceifada, deixando três filhos e um pai”, lembrou o deputado Razuk.

Presidindo a mesa diretora nesta sessão ordinária, o deputado Herculano Borges (Solidariedade) pediu que as forças policiais brasileiras e paraguaias colaborem entre si. “Que o Governo Federal, junto com o Governo do Paraguai e as nossas polícias possam elucidar esses casos e levar mais segurança para nossa fronteira”.

No mesmo sentido, o professor Rinaldo (PSBD) afirmou que “o governo Federal dos dois países têm que se unir, porque está ficando muito difícil”. Ele comentou ainda que “existe uma luta pelo território” na região onde aconteceu a execução.

O caso

Câmeras de segurança capturaram o momento da morte do vereador. Conforme o registro dos vídeos, Afif pedalava pela Rua Paraguai, quando, em frente a uma concessionária de veículos, foi surpreendido pelo pistoleiro que se aproximou de moto, por trás, e começou a atirar.

A vítima ainda tentou correr para o estabelecimento para se proteger, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Na sequência, o atirador segue caminho e foge.

Ele realizou os disparos de uma distância tão curta que sequer precisou descer da moto para cometer a execução. Em outro trecho das imagens, é possível ver pessoas correndo assustadas. Antes de ser morto, o vereador chegou a fazer um vídeo incentivando as pessoas a pedalar.

A Câmara Municipal emitiu nota de pesar pelo falecimento de Farid. O prefeito Helio Peluffo Filho (PSDB) lamentou o assassinato de Afif, que era líder dele no Legislativo.

Jornal Midiamax