Política

Deputado pede agilidade para vacinar participantes dos Jogos Paralímpicos de MS

Prioridade de vacinação contra a Covid-19 para portadores de deficiência de Mato Grosso do Sul, principalmente os que vão participar dos Jogos Paralímpicos no Japão, é o pedido feito em requerimento que deve ser encaminhado ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e ao secretário de Saúde, Geraldo Resende.   O deputado Evander Vendramini (PP) protocolou o documento […]

Renata Volpe Publicado em 08/03/2021, às 11h55

Jogos Olímpicos e Paralímpicos devem ser realizados no Japão. (Arquivo)
Jogos Olímpicos e Paralímpicos devem ser realizados no Japão. (Arquivo) - Jogos Olímpicos e Paralímpicos devem ser realizados no Japão. (Arquivo)

Prioridade de vacinação contra a Covid-19 para portadores de deficiência de Mato Grosso do Sul, principalmente os que vão participar dos Jogos Paralímpicos no Japão, é o pedido feito em requerimento que deve ser encaminhado ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e ao secretário de Saúde, Geraldo Resende.  

O deputado Evander Vendramini (PP) protocolou o documento na Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), requerendo prioridade na imunização contra o coronavírus para os portadores de deficiências, sobretudo imunizar em tempo hábil àqueles que participarão dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos 2021. 

Na justificativa, Vendramini diz que a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência obriga o poder público a reconhecer as pessoas com deficiência como vulneráveis e a adotar medidas para protegê-las em caso de situações de risco, emergência ou calamidade pública. 

“É evidente que os portadores de deficiências possuem certa dificuldade em atender os protocolos de higiene sanitária devido às suas condições peculiares, situação em que os coloca em maior exposição e riscos”. 

Sendo assim, o deputado destaca os atletas paralímpicos que participarão dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, a serem realizados no Japão, previsto para acontecer entre 23 de julho e 8 de agosto deste ano.

Por isso, pede a inclusão no grupo prioritário para a imunização contra a covid-19, em tempo hábil, isto é, antes da realização dos jogos, representa responsabilidade e comprometimento do poder público.

Jornal Midiamax