Política

Deputado de MS quer ser ‘porta voz’ das pessoas com doenças raras

Dagoberto Nogueira (PDT) tem dedicado atenção a projetos em favor de pacientes portadores de enfermidades de pouca incidência

Marcelo Nantes Publicado em 27/10/2021, às 14h33

Deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT)
Deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT) - Arquivo

O deputado Dagoberto Nogueira (PDT) participou da abertura do IV Congresso Ibero-Americano de Doenças Raras, em Brasília. 

O evento pretende debater as necessidades enfrentadas por pessoas com condições raras de saúde e reunirá, até sexta-feira (29), 45 palestrantes em 16 painéis. Entre eles, especialistas do Brasil, Argentina, Portugal, Estados Unidos, Inglaterra e Paquistão.

Autor do projeto de lei do Teste do Pezinho Ampliado, que amplia o número de doenças rastreadas pelo exame realizado com a coleta de gotas de sangue dos pés do recém-nascido entre o terceiro e o quinto dia de vida, o pedetista quer ser o ‘porta-voz’ das pessoas com doenças raras.

“Agradeço o convite e tenho a certeza que rara foi a oportunidade de me tornar porta-voz dessa causa!”, publicou o parlamentar numa rede social.

Jornal Midiamax