Política

De olho em palanque para Lula em MS, PT confirma pré-candidatura de Zeca ao governo

Cúpula petista se reuniu nesta segunda-feira e prepara evento com pré-candidato a presidente em Mato Grosso do Sul

Dândara Genelhú Publicado em 07/12/2021, às 14h54

Reunião definiu pré-candidato e próximos passos do PT no Estado.
Reunião definiu pré-candidato e próximos passos do PT no Estado. - Foto: Reprodução.

Reunião entre a cúpula petista de Mato Grosso do Sul, realizada nesta segunda-feira (6), definiu a pré-candidatura de Zeca do PT para o Governo do Estado, nas eleições do ano que vem. A candidatura petista tem, entre outros objetivos, assegurar palanque regional para o partido na disputa presidencial, que contará com Luiz Inácio Lula da Silva como candidato. 

O ex-governador do Estado, Zeca, retorna como pré-candidato em um cenário com o ex-presidente Lula na disputa pela presidência. A oficialização da pré-candidatura deve ser realizada em fevereiro ou março, pois a expectativa é de que o ex-presidente venha a Mato Grosso do Sul.

“Eu digo fevereiro ou março, porque eu quero fazer um convite ao presidente Lula, para estar nesse grande ato que a gente quer realizar de lançamento da minha pré-candidatura”, afirmou Zeca ao Jornal Midiamax.

O ex-governador explicou que com a definição da chapa majoritária, o partido deve focar em completar o time de pré-candidatos. “Até lá, nós teremos como tarefa prioritária reorganizar o partido, onde tiver que reorganizar claro, e começar a preparar uma chapa competitiva de candidatos e candidatas”.

Além disso, Zeca lembrou que o partido busca parcerias com base no quadro nacional. Ele detalha que a legenda deve “discutir, de acordo com o cenário nacional, alianças com a intenção de construir um palanque politicamente forte na visão da democracia e candidatura do Lula”.

Por fim, o pré-candidato destacou que o partido está “empenhado em construir a chapa proporcional, de federal e estadual”. Participaram da reunião desta segunda-feira integrantes do diretório estadual do PT, dirigido por Vladimir Ferreira. Além dos deputados federal Vander Loubet e estadual Amarildo Cruz.

Vale lembrar que, em 2012, o ex-governador foi o vereador eleito de Campo Grande mais votado na época, com 13 mil votos. Dois anos depois, foi eleito deputado federal. Zeca foi governador de MS por dois mandatos consecutivos, de 1999 até 2007.

Jornal Midiamax