Política

Câmara vota projeto que aumenta prazo para regularizar dívidas da habitação de Campo Grande

O prazo pode passar para 36 meses

Mayara Bueno Publicado em 03/06/2021, às 17h14

Vereadores durante sessão virtual, adotada por causa da pandemia de coronavírus
Vereadores durante sessão virtual, adotada por causa da pandemia de coronavírus - (Foto: Reprodução/Facebook)

Na próxima semana, a Câmara Municipal de Campo Grande deve votar o projeto de lei que aumenta o prazo para regularização de dívidas do Programa Viver Bem Morena com descontos. Com a mudança apresentada pela prefeitura, o prazo, que antes era de 18 meses, passará para 36 meses.

“Ocorre que, com o advento da pandemia do novo coronavírus, que atingiu todos os países, com implantação de lockdown, toque de recolher, dentre outras medidas de prevenção, a situação financeira de todo o país foi atingida, o que impossibilitou a realização e acesso aos descontos”, considerou o Executivo municipal, na justificativa da proposta.

Uma vez que ainda estamos vivendo um momento gravíssimo da doença, acrescenta o texto, e, para possibilitar atendimento ao maior número possível de pessoas, 'há necessidade de aumentar o prazo dos descontos concedidos em pelo menos mais 18 meses'.

Por conta da pandemia de covid-19, a sessão será fechada ao público, mas pode ser acompanhada com transmissão ao vivo pelo Facebook (https://www.facebook.com/camaracgms) e canal no Youtube (https://www.youtube.com/camaramunicipalcg) da Casa de Leis.

Jornal Midiamax